sábado, 31 de agosto de 2013

MOLHO PESTO (manjericão)


Anos atrás, em uma feira de maquinas para o setor alimentício, conversando com um dos representantes de uma fábrica de fornos para pizza, que veio da Itália (e falava um pouco de português...ufa..rs), ele me passou uma receita de molho pesto, que até então eu não conhecia.

Me garantiu que era a tradicional, legítima, antiga...Pois hoje em dia fazem pesto de várias coisas, como rúcula ou agrião.

A receita dele tinha, além do manjericão, alho, sal, azeite, pinolis e queijo pecorino (que até onde sei, é de leite de cabra) e era feito macerado em pilão.

Eu acabei fazendo umas adaptações que não comprometem, no sabor e nem na textura do molho, pois os pinolis são sementes pouco conhecidas e mais caras, talvez por isso a venda seja menor, e quando comprei eles estavam um pouco rançosos, velhos. Já o pecorino, além de difícil de achar, também é um queijo mais caro por ser de leite de cabra.

Como esses ingredientes podem ser substituídos, respectivamente por nozes e queijo parmesão, fica mais fácil fazer com frequência.

Algumas pessoas batem no liquidificador, com um pouco de água, o que deixa o molho bem fino de cor mais clara e as vezes mais ralo, mas não menos gostoso.

E aqui em casa faço no multiprocessador, pois preferimos que ele fique com os pedacinhos aparecendo, e sempre tenho um pote congelado e outro na geladeira, pois usamos muito.

O prato mais comum é o de macarrão ao pesto. Vai bem com qualquer tipo de massa, mas também misturado no arroz ou até como “patê” para comer com torradas.

Esta é uma daquelas receitas que se faz sem medidas, mas para quem nunca fez é bom ter uma referencia de quantidades, ao menos aproximadas para não sobressair o gosto de um ou outro ingrediente, por isso vou tentar passar mais ou menos como eu faço.


Ingredientes:

  • 2 xícaras de folhas de manjericão
  • 1 dente de alho
  • 1 xícara de nozes (as vezes, também faço com castanhas do pará)
  • 3/4 xícara de queijo parmesão ralado (compre um pedaço de queijo ou peça para ralar na hora. Não use daqueles pacotinhos, pois aquilo tem mistura com farinha de mandioca)
  • Azeite de oliva (pode usar uma parte de óleo de soja, mas o azeite tem que ser em maior quantidade)
  • Sal a gosto


Modo de preparo:

Como já disse, você pode preparar amassando todos os ingredientes em um pilão, pode bater no liquidificador (mas neste caso, é bom colocar um pouco de água para bater melhor e não precisar usar óleo demais) ou no multiprocessador com a peça “faca”.

É só colocar todos os ingredientes no copo do aparelho e bater até ficar homogêneo.

Aconselho a colocar o sal só depois que bater e provar, pois existem queijos mais salgados, e assim você não corre o risco de ficar com um pesto muito salgado.




6 comentários:

  1. Hola Sérgia Renée, meu nome e' Andrea Bonini sou Italiano e moro da 9 anos no Brasil.
    A receita que passaram pra você está correta!!!!!
    Eu também já vi varias receita do pesto Genovese, também no lugar do azeite colocam manteiga, mas acho que faziam isso no Brasil, quando ainda não tinha o azeite em comercio.
    A tua receita e' igual a minha sou que por o fato que o azeite está ainda caro aqui no Brasil eu uso o olio de soja misturado com azeite e o parmeção.
    O importante que o pesto genovese seja coberto de olio porque e' um ótimo conservante, pode ficar na geladeira sem problema o também fora em lugar seco e coberto, porque e' um produtos que não tem processo de cozimento mas um produto fresco.
    Quando usar em algumas massas não deve ser cozido mas encorpado com um pouco de água para não ficar grosso e aquecer junto com a massa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba!!!! Nada melhor que ter o aval de um italiano legítimo..rs
      Isso mesmo, é o Pesto Genovese (não lembrava o nome).
      Eu nunca vi Pesto feito com manteiga, ou talvez já tenha comido sem saber que tinha manteiga..rs...mas eu também faço com uma parte de óleo do soja e outra de azeite...deixando nos potes com um dedo de azeite acima, justamente para conservar melhor.
      Obrigada pela dica de colocar um pouco de água quando for usar com massas, alias, obrigada pelas dicas todas.

      Excluir
  2. É sempre um prazer poder passar algumas dicas útil!!!! :):)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja sempre bem vindo, e quando achar necessário me corrigir em algo, também fique a vontade...eu agradeço! ;-)

      Excluir
  3. Olá

    Gosto muito de molho pesto e também costumo fazer. Está com óptimo aspeto

    http://pratocaseiro.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Quer comentar? Escreva aqui.