segunda-feira, 20 de maio de 2013

MASSA BÁSICA PARA TORTA DOCE



Era uma vez, uma receita de torta de ricota, que foi retirada de um livro chamado Garfo e Colher.






















Minha mãe adaptou um pouco e depois foi sendo adaptada por mim, até chegar a forma atual.


É uma massa básica, que faz aquela “casquinha”, tipo biscoito amanteigado, e serve para várias montagens de torta doce.

Vou dar algumas sugestões de como eu uso essa massa:
Para a TORTA DE RICOTA (que foi a origem), TORTA DE FRUTAS com o creme para bolo e pavê e frutas como morango ou pêssego em calda, TORTA DE LIMÃO, TORTA DE CASTANHAS E FRUTAS SECAS, TORTA DE BANANA COM CHOCOLATE, TORTA DE NOZES E GELÉIA DE DAMASCO...Enfim, se eu lembrar de mais algum jeito de usar, eu atualizo a postagem escrevendo aqui.

Agora vamos a receita.



Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha que trigo
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa de margarina gelada (bem cheias)
  • 1 ovo inteiro


Modo de preparo:

Eu gosto de preparar massas no multiprocessador, usando a peça “faca”.

Colocar todos os ingredientes no multiprocessador e bater até formar uma bola. É rápido.

Neste caso, como não há contato manual e a margarina não perde o frescor, eu não dou o tempo de descanso, mas se amassar com as mãos, é bom deixar um tempo na geladeira.

Se for misturar manualmente, coloque em uma tigela grande a farinha de trigo e o açúcar, fazendo um furo no meio (como um vulcão).

Dentro deste furo, coloque o ovo já mexido e a margarina em pedaços. Com a ajuda de um garfo e uma faca, vá misturando até formar uma farofa.

Depois é “mão na massa” literalmente.

Amasse rapidamente com uma das mãos, até ficar homogenia, mas tem que formar a bola bem rápido, para margarina não perder o frescor e começar a soltar óleo, pois se acontecer isso, você terá que acrescentar mais farinha e a massa ficará endurecida depois de assada.

Se preparar com as mãos, é bom deixar em descanso na geladeira por uma ou duas horas, embrulhado em filme plástico ou papel alumínio.

Depois, é só abrir na assadeira que nem precisa estar untada.

Eu abro direto na assadeira, dando forma com os dedos tanto no fundo como na “parede” da assadeira. Se preferir abrir com o rolo de massa, terá que jogar farinha de trigo na bancada e passar no rolo também, mesmo assim poderá grudar e talvez seja difícil colocar na assadeira, pois a massa é quebradiça. 

Você também pode abrir dentro de um saco plástico.

Se quiser uma “casquinha” mais fina, sugiro uma assadeira de 25 cm de diâmetro por 3 cm de altura. Caso queira mais grossa, use uma de 20 cm por 5 cm de altura.



* Peço desculpas, pois esta foto, tirei depois da torta assada. Esqueci de fotografar com o alumínio antes de colocar no forno. Mas é só para exemplificar como deve ser feita a proteção da lateral da massa.*



Proteger a lateral com papel alumínio, pois esta parte assa mais rápido e pode queimar antes da base da torta estar pronta. Fazer alguns (poucos) furos com um garfo na base, para massa não inchar, mesmo assim ela cresce um pouco, parece que forma uma bolha, mas quando for retirar o alumínio ela abaixa. 

O alumínio será retirado uns 10 a 15 minutos depois. Voltar ao forno para deixar assar e dourar com o resto.

Assar até ficar sequinho e levemente dourado.
Pode ser congelado para você montar sua torta em uma hora de emergência.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer comentar? Escreva aqui.