domingo, 2 de junho de 2013

BERINJELA A PARMEGIANA


Essa é mais uma daquelas receitas sem medidas, o que posso fazer é dar sugestões de quantidades, mas você tem que seguir seus instintos e seu paladar.

Quando fui escrever essa receita, me ocorreu certa curiosidade sobre o surgimento dos pratos “a parmegiana”, e pesquisando (no google, claro..rs) fiquei surpresa de ler em vários sites, que esse prato, simplesmente, não existe na Itália!!!

Alguns dizem que surgiu aqui no Brasil mesmo, e o termo parmegiana, veio por causa do queijo usado, queijo Di Parma.

Como não dá para confiar em toda informação que “voa livre leve e solta” pela internet, peço para quem ler essa postagem e conhecer algum italiano legítimo, pergunte (e depois me diga, por favor) qual é a real história, ou se não existe mesmo lá no “país da bota”.

Desde já, agradeço.

Vamos ao prato.


Ingredientes:

  • Berinjelas
  • Sal
  • Alho frito
  • Azeite
  • Molho de tomate da sua preferencia
  • Queijo de sua preferencia
  • Orégano


Modo de preparo (ou melhor, “como eu fiz”):


Cortei duas berinjelas em rodelas de mais ou menos 3 cm e dispus em um refratário. 

Pinguei um pouco de água no fundo, e com o saleiro, salpiquei só um pouco de sal em cada rodela e joguei um pouco de alho frito, orégano  além de um fio de azeite.

Você irá temperar ao seu gosto, mas não esqueça que no molho de tomate e no queijo já tem bastante sal.

Cobri todo refratário com papel alumínio e levei ao forno em temperatura máxima, por mais ou menos 15 minutos.

Quando você fizer isso, provavelmente, as berinjelas estarão pouco cozidas ainda.

Então, retirei o alumínio e coloquei um pouco de molho de tomate sobre cada rodela, e depois cobri com mozarela e queijo prato picado, e um pouco de parmesão ralado.

Voltei com o refratário ao forno até derreter bem os queijos.

O resultado é esse da foto. E você pode fazer com outros tipos de legumes e também variar o molho, usando um bolonhesa, por exemplo...também vai ficar muito bom!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer comentar? Escreva aqui.