segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

RABANADA


Todo mundo conhece Rabanada como uma receita típica para as festas Natalinas, ou de final de ano.

Mas não precisamos esperar só esta época de Festas do ano para saborear este quitute, até mesmo porque, é uma delícia de comer nos dias frios do inverno e é uma receita ótima para aproveitamento de pão adormecido ( ou amanhecido..rs ) e isso temos o ano todo, certo?

Fiz aqui um “passo a passo”, veja como é fácil fazer.


Ingredientes:

*As quantidades a seguir são para 8 fatias em média*

  • Pão amanhecido ( cortado em fatias não muito finas, de mais ou menos 2 cm)
  • 1 copo de leite
  • 2 colheres cheias de açúcar
  • 1 ovo batido
  • Óleo para fritar
  • Açúcar e canela para polvilhar


Modo de preparo:

Corte as fatias do pão.

Em um prato fundo, coloque o leite e o açúcar. Mexa até dissolver.

Em outro prato fundo, bata o ovo como para omelete.

Passe a fatia de pão no leite com açúcar e deixe absorver bem, mas sem ficar muito encharcado, caso contrário o pão irá desmanchar.

Com a ajuda de um garfo, transfira o pão para o outro prato, e passe a fatia no ovo batido virando dos dois lados, em um processo rápido para não deixar absorver demais.

Você pode ir colocando as fatias em um prato enquanto realiza esse processo com todas elas, ou já pode colocar direto na frigideira com o óleo quente.

Frite um pouco de um lado e vire para fritar do outro. Quando as fatias estiverem bem douradas, retire e coloque em um prato com papel absorvente.

Polvilhe sobre as fatias ainda quentes, um pouco de açúcar e canela em pó a seu gosto.

Eu, particularmente, prefiro comer enquanto ainda estão quentinhas, pois elas ficam com uma casquinha crocante, mas quando estão frias e murchas também são deliciosas.

6 comentários:

  1. Hola Renee, acabo de encontrar tu blog y me está gustando todo lo que estoy viendo, por eso y con tu permiso me quedo por aquí. En cuanto a las tostadas francesas, te han quedado genial!. Aquí en España también las hacemos pero las llamamos torrijas y aunque evidentemente se pueden hacer durante todo el año porque están riquísimas, el momento típico del año para comerlas es en Semana Santa. Gracias y besitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, perdão por escrever em português...até sei um pouco de espanhol, mas tenho medo de fazer uma "tonteria"..rsrs
      Antes de mais nada, obrigada pela tua postagem.
      Gosto de conhecer a cultura de vários locais e é muito interessante saber como a mesma coisa pode ter nomes diferentes, e usos diferentes por todo mundo, não acha?
      Aqui no Brasil mesmo, que é um país enorme, muitas vezes em localidades próximas, um legume, um prato qualquer tem nomes diferentes...e são a mesma coisa!
      Não sei a origem das rabanadas (como conhecemos esse prato aqui no Brasil) e nem o porque é comum na época do Natal (aqui no Brasil)...mas agora com o que você escreveu, minha curiosidade foi atiçada e vou procurar me informar, além de procurar a relação entre RABANADAS, TOSTADAS (aqui no Brasil, torradas) FRANCESAS e TORRIJAS.
      Mais uma vez obrigada por compartilhar seu conhecimento. Beijos.

      Excluir
  2. Renee, questa ricetta è veramente buonissima!!! Può essere anche una deliziosa merenda pomeridiana. Sicuramente la farò perchè è facile, buona e soprattutto sana! Buona Giornata Renee! :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Grazie tanto" Marina!
      Depois você me conta como ficou, ok?
      Obrigada pela mensagem! ;-)

      Excluir
  3. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela mensagem Mariana! Já te visitei e tb estou te seguindo!
      Beijos

      Excluir

Quer comentar? Escreva aqui.