domingo, 9 de junho de 2013

SOPA DE MANDIOCA


Também conhecida aqui no Brasil, como macaxeira ou aipim, a mandioca recebe ainda outros nomes, conforme a região, mas os mais populares são esses.

A mandioca tem uma lenda indígena para justificar esse nome.

Lembro que nas aulas que tive sobre folclore, o  historiador e antropólogo Luís da Câmara Cascudo era muito citado por compilar uma série de lendas brasileiras...e a da mandioca foi uma das que mais me marcou.

Vou contar aqui, mas sem muitos detalhes:

“A filha de um grande chefe indígena apareceu grávida, porém, sem nunca ter tido um namorado.

Acabou dando a luz a uma menina branca que recebeu o nome de Mani.

Mani era muito precoce e andou e falou rápido, sendo considerada especial na tribo, mas morreu muito cedo (um ou dois anos), e como era costume, foi enterrada dentro da oca.

Onde Mani foi enterrada, surgiu uma planta desconhecida, que passou a ser base da alimentação dos índios.

O nome mandioca, vem de Mani + oca (oca = casa). Então quando os índios falavam em mandioca, estavam se referindo a planta que nasceu na ‘casa de Mani’.”

E essa sopa de mandioca foi minha mãe quem fez. Garanto que, como tudo que ela faz, estava muito boa..rs.

E como muita coisa que minha mãe prepara, essa sopa não tem uma receita com medidas.


Ingredientes:

  • Mandioca descascada
  • Água
  • Cebola, alho, sal
  • Temperos a gosto.


Modo de fazer:


Descasque as mandiocas, coloque em uma panela (que pode ser de pressão), cobra com água e leve para cozinhar. Se for na panela de pressão, pode ser por uns 15 a 20 minutos contados depois que a panela começou a chiar.
Se for panela normal, você pode acompanhar o cozimento.

A mandioca é um tubérculo que pode variar muito de qualidade, sendo que algumas vezes cozinha mais rápido, mas como é para fazer sopa, não há problema se cozinhar demais e começar a desmanchar.

Depois que a mandioca estiver bem cozida, bata no liquidificador com a mesma água, ou passe pelo espremedor de batatas.

No liquidificador, não deixe bater muito tempo, pois assim como a batata, ou inhame, a mandioca fica “elástica”, puxenta, como uma cola...isso se bater por muito tempo.

Em uma panela, refogue cebola e alho em um pouquinho de azeite. Despeje o caldo de mandioca e acrescente mais água, se for necessário, mas lembre-se que essa sopa é para ficar cremosa e não aguada.

Coloque sal, um ou dois caldos de galinha, pimenta e cheiro verde.

Enfim, tempere ao seu gosto.

Se quiser, quando refogar a cebola e o alho, pode fritar junto alguns cubinhos de bacon, por que combina muito bem.

Ótima dica para dias frios.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer comentar? Escreva aqui.